Uma hamburguesa rápida


600km, Córdoba.

A temperatura já começava a brasear, e era o momento ideal para ajustar o equipamento e vestir o casaco de Verão. Para além do abastecimento, aproveitou-se para comer qualquer coisa e beber mais um café “solo”, este um pouco melhor que anterior, ainda assim fraco.

E embora lá, que ainda estão só 600 quilómetros feitos.

A partir daqui deixámos de levar com o Sol na cara, e isso para mim foi tudo o que bastou para despertar.

Estávamos a abeirar de Madrid, e seguia à frente da caravana. O acesso ao centro de Madrid é confuso para quem não conhece. São uma série de vias largas e túneis com múltiplas saídas para todas as direcções. Basta estar no lado errado da estrada para falhar a saída certa e vamos parar a outro lado.
A rota do GPS estava bem marcada, mas claro nos túneis o sinal extingue-se e rolamos ali uns minutos “sem rede”. Mas correu tudo bem, e conseguimos chegar ao centro sem percalços. Já próximos da praça Puertas del Sol o trânsito parecia estar barrado com grades, desviei para uma rua lateral, mas na verdade nem seria preciso. O trânsito estava de facto vedado para ligeiros e pesados, mas para táxis e motos não. Demos a volta ao quarteirão e voltámos à estrada cortada, desta vez para passá-la. Estacionámos logo depois no passeio em local próprio, a uns 50m das Puertas del Sol.

E estava Sol, calor e muito povo na rua. Como habitual estava a polícia com os seus carros de assalto à sombra do famoso edifício da Casa dos Correios.

Apesar de muita gente, a praça parecia estar calma, não havendo ali nenhuns sinais dos tumultos dos dias anteriores.

Andámos um pouco por ali, mas de facto este local de dia não tem metade do encanto de noite.

Apesar de ser quase meio-dia por aqui, estávamos com uma fome avantajada. Ora já se sabe que espanhóis para comer, é mais tarde. Por isso, optámos por ir ao típico hambúrguer americano, ou seja, Mac Donalds. É rápido, é barato, e não estávamos para perder muito mais tempo por ali. Enfiámos a hamburguesa no bucho (por sinal carregadinha com sal) e saímos dali. À saída de Madrid, achámos melhor fazer mais um abastecimento para marcar mais um ponto na rota.