Rota da Memória


É prá Gorica

Dia 3, Génova. E mais auto-estrada… Seria assim até ao fim do dia. Pelo tempo ser curto, excluímos a paragem em Veneza, o que é pena… Passámos mesmo ao lado… Fica para a próxima. Durante o caminho fomos sempre fazendo “grandes festas” aos camiões de matrícula portuguesa que enc... Continuação


Típica gastronomia eslovena

Dia 4, Triglav. Parámos finalmente numa aldeola para almoçar, e aqui tenho de abordar o estranho fenómeno de que nos apercebemos: em termos de oferta gastronómica, parecia que não tínhamos saído de Itália… Pois… A quantidade de pizzarias que por aqui existe é impressionante, vide anormal…... Continuação


Rock, álcool e costeletas

Dia 4, Liubliana. A esplanada tinha gente e o bar estava aberto, apenas a cozinha não estava em funcionamento. A tal fulana que nos recebera estava na palheta com um tipo noutra mesa. E nós fomos atendidos por um individuo todo vestido de negro que não arranhava na per... Continuação


Assalto ao Castelo

Dia 5, Liubliana. Tínhamos guardado a tarde para a subida ao castelo. Uma subida curta, mas custosa dada a inclinação acentuada. castelo lá no topo - Liubliana, Eslovénia vista sobre a capital - Libuliana, Eslovénia A entrada no castelo é livre, mas o acesso à torre e div... Continuação


Um pulinho até Budapeste

Dia 6, Balaton. Uma coisa estava certa, chiça! Comida italiana não seria de certeza! Parámos junto a uma dessas barraquinhas que tinha umas quantas fotografias penduradas dos pratos… Olha, é mesmo aqui, é só apontar com o dedo. Sentámo-nos e pedimos o menu em inglês. Estava uma miudinha a atender,... Continuação